Qual a situação dos serviços de assistência social?

Como está o seu CCA, CEDESP, CJ no retorno das atividades? Mães, pais e funcionários: denuncie!

Os serviços da proteção básica não estão preparados para receber as crianças e adolescentes. O espaço físico não foi pensado para respeitar o distanciamento social, nem houve visitas técnicas ou laudos para pensar a adaptação do espaço. Essa responsabilidade, que é do estado, acaba caindo em cima dos próprios gestores das unidades socioassistenciais. Além disso, não há equipamento de proteção para todos os profissionais, nem testagem periódica. Se no dia a dia os serviços da rede já sofrem com falta de estrutura do governo, como exigir que as atividades de convivência e fortalecimento de vínculos sejam retomados sem cuidados redobrados?

As equipes das unidades socioassistenciais não pararam de trabalhar, o acompanhamento das famílias continuou ocorrendo e a organização da distribuição de cestas ocorreu muito antes do governo liberar verbas. 

Retomar as atividades socioassistenciais nessa situação é colocar em risco a vida das crianças e adolescentes, da família e dos profissionais da assistência. Denuncie a situação em que o seu CCA, CJ, CEDESP* se encontra!

(*)
CCA  – Centro para Crianças e Adolescentes
CJ – Centro para Juventude
CEDESP – Centro de Desenvolvimento Social e Produtivo

Veja nossa política de privacidade. Este site é protegido pelo reCAPTCHA e, por isso, a política de privacidade e os termos de serviço do Google também se aplicam.

Obrigada!