A política de cotas raciais, tão importante para combater a histórica desigualdade racial no país, está ameaçada.

O Brasil foi fundado, economicamente e socialmente, sobre a exploração de milhões de escravizadas e escravizados. O racismo não apenas deixou marcas no nosso país, mas foi parte central da distribuição do poder e do acesso à educação! A juventude negra hoje representa 71% dos que abandonam a escola. Pessoas negras recebem em média 31% a menos que pessoas brancas, mesmo entre os que têm ensino superior. O racismo existe no nosso país, e seguirá existindo senão tivermos políticas pra combatê-lo.

O vereador Fernando Holiday, do MBL, segue querendo acabar com a conquista de um cotas raciais no município de São Paulo, num claro posicionamento de prejudicar a luta antirracista.

As cotas sociais e raciais não são racismo reverso: são um mecanismo de correção e diminuição de desigualdades!

Não vamos permitir que essa conquista seja tirada!

Assine a petição pela manutenção de cotas sociais e raciais em São Paulo

Veja nossa política de privacidade. Este site é protegido pelo reCAPTCHA e, por isso, a política de privacidade e os termos de serviço do Google também se aplicam.

Obrigada! Vamos juntas!