Educação

  1. Pandemia: retornar às aulas presenciais somente quando for seguro
  2. Erradicar o analfabetismo na cidade a partir da retomada e fortalecimento do Movimento de Alfabetização de Jovens e Adultos com o método de Paulo Freire
  3. Destinar 31% das receitas arrecadadas à Manutenção e Desenvolvimento do Ensino
  4. Diminuição de alunos por sala em todos os níveis da educação municipal
  5. Reverter a privatização, terceirização e conveniamento da educação. Revogar PL 452. Transformação dos CEIs indiretos em diretos. Universalização do acesso à educação infantil por meio da rede direta.
  6. Valorização salarial e garantia de jornada das professoras na mesma escola.
  7. Convocação dos aprovados e a realização de novos concursos para gestores, docentes e quadro de apoio nas escolas.
  8. Fortalecer os projetos político-pedagógicos democráticos construídos pelas comunidades escolares garantindo os princípios do ECA, a defesa dos direitos humanos, a diversidade de gênero e a prática antirracista das escolas.
  9. Apoio à educação popular. Reconhecimento e políticas de fortalecimento dos cursinhos populares assegurando passe livre estudantil, abertura dos CEUS e escolas públicas para suas atividades, garantia de alimentação para estudantes e bolsas para jovens professores
  10. Garantia de direitos de professores de escolas particulares. Luta contra os ataques das patronais e dos empresários com bolsa de estudos a 2 filhos, recesso de 30 dias, manutenção de direito a semestralidade com 22 meses de contratação e jornada de trabalho virtual adequada, com garantia de remuneração completa.