Infância

  1. Garantir a implementação do Plano Municipal pela Primeira Infância, cujas metas se estendem até 2030
  2. Priorizar políticas voltadas a redução de vulnerabilidade social nos distritos da cidade, baseadas no Mapa da Desigualdade da Primeira Infância da Rede Nossa São Paulo
  3. Ampliação da obrigatoriedade de fraldários em equipamentos públicos e privados da cidade
  4. Fortalecer iniciativas que possibilitem uma maior circulação das crianças em seus territórios, baseadas projetos já existentes em cidades da América Latina, como o “Carona a Pé” e o “Para o colégio de bicicleta”
  5. Criação e fortalecimento de conselhos infantis ou outras instâncias que as envolvam nos processos de planejamento urbano da cidade
  6. Reformar e equipamentos públicos como praças, quadras poliesportivas e bibliotecas, para que as crianças e adolescentes possam usufruir destes espaços
  7. Mapear as regiões da cidade com maior necessidade e ampliar o número de equipamentos e espaços públicos voltados a lazer e cultura para crianças e adolescentes nas periferias.
  8. Implementar ou ampliar programas de parentalidade em grupo
  9. Ampliar a cobertura de Estratégia de Saúde da Família para todas as subprefeituras da cidade
  10. Garantir a qualidade da oferta da educação infantil, universalizar a educação infantil pela rede direta e cumprir as metas de diminuição de alunos por sala de aula desde a educação infantil até o fundamental II, previstos no Plano Municipal de Educação, para garantir melhores condições de aprendizado a todas as crianças