Segurança pública

  1. Investir em formação para agentes da Guarda Civil Municipal abordando todos os aspectos de sua função, com destaque especial para Direitos Humanos, Igualdade Racial e Direitos das Mulheres 
  2. Implantar o serviço de segurança realmente comunitária, com bases comunitárias da GCM em locais periféricos e garantir a presença desses agentes em parques públicos e unidades de saúde
  3. Combater a precarização do trabalho do agente da GCM, retomando a valorização salarial, a contratação por abertura de novos concursos, a estruturação das bases comunitárias e a implantação de um amplo programa de saúde mental
  4. Combater todas as iniciativas de militarização da GCM, enfrentar todas as formas de assédio na hierarquia, garantir o direito de sindicalização e a expressão dos agentes
  5. Cadastramento e adoção de mecanismos para desburocratizar o acesso de pessoas presas e egressas aos serviços públicos, competência do município
  6. Garantia de acesso aos serviços municipais de saúde, educação, trabalho, assistência social e cultura a pessoas privadas de liberdade
  7. Criar um fundo específico para financiar diversos projetos destinados à reinserção social de pessoas privadas de liberdade, tais como a realização de cursos técnicos e profissionalizantes para esse público, ações de enfrentamento do estigma contra implantação de serviços especializados de atenção às pessoas egressas e pessoas em alternativas penais.